Além de sua própria coleção, a Biblioteca da Galiza guarda coleções formadas há anos, tanto por figuras importantes da cultura galega quanto por organizações públicas e privadas comprometidas com a conservação do meio cultural da Galiza.

Com esta exposição, a Biblioteca da Galiza quer valorizar um elemento determinante dos livros que guarda e que geralmente passa despercebido. Essas são as encadernações que protegem esses livros e que, em muitos casos, podem ser consideradas obras artísticas em si mesmas.

Primores do Multiplo: encadernação e coleta na Biblioteca da Galiza propõe ao visitante uma aproximação à técnica de encadernação, tanto do ponto de vista de quem escolheu para suas coleções particulares certas criações com as quais foram consideradas identificadas, como na perspectiva editorial que ele escolheu certos estilos de encadernação como forma de identificar suas coleções.

Esta exposição investiga os detalhes materiais que individualizam um livro encadernado e o diferencia inequivocamente. Para isso, foram selecionados trabalhos da coleção própria da Biblioteca da Galiza e dos seguintes fundos atualmente presentes nessa biblioteca, seja por fórmulas de doação, empréstimo ou aquisição.


• Coleção ABANCA
• Coleção Manuel Chamoso Lamas
• Coleção Isaac Díaz Pardo
• Coleção Fundação Camilo José Cela


Sem as obras de todas essas coleções particulares, a complexidade da arte da encadernação, a importância da coleção e o valor extraordinário da criação conjunta entre editora e artista não podiam ser mostrados, com um arco de quinhentos anos.

Tradução oferecida pelo Google.